Fazenda São Bento - Gir LeiteiroOriginária da Índia, regiões de Rayputana e Baroda em maior escala, mas também das terras férteis das montanhas de Gir, ao Sul de Katiawar, a raça Gir despertou o interesse de importadores brasileiros pioneiros, como Virmondes Martins Borges, Manoel de Oliveira Prata, Francisco Ravísio Lemos, Celso Garcia Cid dentre outros. O Zebu foi trazido ao Brasil basicamente nas importações de 1898, 1903, 1930, 1952, 1955, 1960 e 1962.

Houve uma tendência por parte dos criadores da época, de considerar as raças indianas como produtoras de carne, porém é inegável o papel das raças zebuínas como produtoras de leite na Índia, visto que o consumo de carne bovina não faz parte da cultura de seu povo. Portanto, a seleção naquele país sempre foi para produção de leite e também para trabalho. Felizmente, alguns criadores, convencidos do potencial do Gir para a produção de leite, praticaram suas seleções,  tendo em vista o melhoramento genético desta característica em seus rebanhos, apesar das fortes críticas feitas por aqueles que selecionavam a raça para a produção de carne. Cabe aqui, mencionar os nomes de algunsdesses visionários selecionadores do Gir Leiteiro, como os criadores particulares: Contentino Jacinto, Francisco Figueiredo Barreto, Gabriel Donato de Andrade, João Batista Figueiredo Costa, José João Salgado R. dos Reis, Randolpho de Mello Resende, Rubens Resende Peres e os rebanhos do governo: Posto de Criação João Pessoa, em Umbuzeiro - Paraíba e Fazenda Experimental Getúlio Vargas em Uberaba - Minas Gerais. Nos rebanhos de seleção do Gir para produção de carne, por muitas vezes foi necessária a ordenha de vacas que se destacavam na produção de leite, pois suas crias não conseguiam ingerir toda a produção. Nestes rebanhos, indivíduos, e até famílias inteiras, foram descartados. Muito material genético, de valor inestimável, perdeu-se com o passar dos anos.  Atualmente, com a ascensão da raça Gir Leiteiro, devido às suas qualidades constatadas pelo mundo tropical, muitos selecionadores de Gir - aptidão corte têm utilizado sêmen de touros Gir Leiteiro em seus rebanhos para o melhoramento da produção leiteira. 

O primeiro Torneio Leiteiro oficial de que a raça Gir participou, foi realizado em Uberaba, promovido pela Sociedade Rural do Triângulo Mineiro, atual ABCZ, durante a Expozebu do ano de 1956. Nesta ocasião, a matriz campeã produziu 12,97 kg de leite por dia.

Segundo alguns autores, por volta de 1964, alguns selecionadores ingressaram no Serviço de Controle Leiteiro da ABC (Associação Brasileira dos Criadores). Mais tarde, em 1974, a ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) também passou a executar o controle leiteiro em rebanhos particulares.

Em 1980, em São Paulo, foi fundada por um grupo de criadores de Gir Leiteiro, a Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL), cujo objetivo foi a união dos criadores e promoção do avanço da raça.

Em 1985, iniciou-se, com a primeira distribuição de sêmen, o Teste de Progênie do Gir Leiteiro. Fruto de uma parceria entre ABCGIL e Embrapa Gado de Leite, o teste de progênie vem impulsionando o ganho genético obtido pelos selecionadores da raça pura e também, contribuindo para a melhoria da produtividade nos sistemas de produção de leite, que utilizam o girolando como opção genética. Hoje em dia, completados 22 anos de execução do teste, totalizam-se 161 reprodutores avaliados, dos quais 87 têm avaliação positiva para leite. O objetivo principal do teste é a identificação e seleção de touros, geneticamente superiores, para as características de produção, conformação e manejo, proporcionando assim, a possibilidade de melhoria genética da raça Gir Leiteiro. Por experiência pessoal, gostaria de registrar aqui meu apreço, pela competência e dedicação ao programa, aos pesquisadores e técnicos envolvidos com o Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro.

Atualmente, a produção média por lactação de 305 dias encontra-se em 3777 kg de leite e a duração média da lactação, em 307 dias. Em torneio leiteiro já se alcançou mais de 49 kg/dia.